O neurologista Dr André Felicio fala nesta matéria sobre a Guillain-Barre, o número de casos elevado em nosso país, assim como sua relação com o vírus Zika, que se tornou um problema de saúde pública, levando crianças e adultos a ficarem com déficits neurológicos muitas vezes irreversíveis. Além disto, é discutido como um tratamento antigo para malária pode ajudar no combate à microcefalia, prevenindo a infecção pelo vírus Zika, que seria uma estratégia de evitar este grave problema neurológico.